O parto é uma ocasião radical de grande intensidade emocional e mudanças fisiológicas que pode causar medo e ansiedade.

Muita das ansiedades da gestante em relação a esse momento pode ter sua origem em mitos inconscientes relacionados a sua própria experiência de nascimento e à ansiedade vivida pela sua própria mãe.

Além disso o parto é um momento de reformulação na identidade da mulher, é o momento em que “ela se depara com um produto seu, gerado pelo seu próprio corpo”; que prova ao mundo sua competência feminina de gerar, sua competência materna de cuidar, a competência física de suportar dores, resistir a retaliação de seus genitais e ainda nutrir seu filho através da amamentação.

Como poderia um evento de tamanho porte não gerar medo e ansiedade?

As principais fantasias que acompanham esse período é o temor á morte e a dor.

É preciso ter cuidado pois a ansiedade durante a gestação pode influenciar negativamente o trabalho de parto em si, aumentando significativamente a dor e posteriormente gerando impacto negativo no período pós parto na adaptação entre mãe-bebê.

Quando a ansiedade durante a gestação deixa de ser natural e atinge níveis extremos é demasiadamente importante procurar auxílio psicológico pois estudos comprovam que este é um dos maiores fatores de risco para o desenvolvimento da Depressão Pós Parto.

Ellen Cristina Masalskas Medo do parto? Medo do parto? jessica
Autora da Matéria | Colaboradora
Jéssica Athalia Amorim Silva
Área de Atuação: Psicóloga

Psicóloga perinatal/pós natal e counseling nupcial, 24 anos.

Medo do parto? Medo do parto? email
Medo do parto? Medo do parto? face

SEJA UM COLUNISTA
SEJA UM COLABORADOR
CONHEÇA NOSSO TIME

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here