A educação, neste Brasil de dimensões continentais e grandes desigualdades na base social e econômica, teve um notável crescimento numérico nos últimos anos, que quase universalizou o acesso ao Ensino Fundamental, contudo, é preciso que a qualidade avance na mesma proporção.

Essa tão almejada qualidade é determinada pelo que os professores e alunos produzem na sala de aula, como fruto de todo processo educacional. É aí que se impõe a necessidade de mudança em alguns antigos paradigmas.  Não cabe mais ao professor o papel de “transmissor de conhecimento” mas sim o de “facilitador da aprendizagem”. É preciso tirar o foco do produto final – a prova, o trabalho, a apresentação, o relatório, a nota – e passar a considerar o processo.

“Não cabe mais ao professor o papel de “transmissor de conhecimento” mas sim o de “facilitador da aprendizagem”. É preciso tirar o foco do produto final – a prova, o trabalho, a apresentação, o relatório, a nota – e passar a considerar o processo.”

Essa é uma grande mudança na forma de como fomos treinados a pensar e agir, a qual traz um grande impacto positivo nos resultados educacionais que obtemos.  Ao incorporar no processo metas, expectativas e experiências capazes de envolver os alunos, os professores conseguem fazer com que eles se comprometam, de fato, com a melhoria do seu desempenho, assumindo uma postura proativa diante da aprendizagem.
Planejar, decidir e participar, para a criança e o jovem, é influir nos acontecimentos que impactam a sua vida e a vida dos outros e essa possibilidade tira-os de uma condição de passividade perante a vida acadêmica e social, para assumirem-se protagonistas. Ações educativas que possibilitem o desenvolvimento de habilidades e competências através do protagonismo, influenciam os níveis de autonomia e autodeterminação que nossas crianças e jovens serão capazes de alcançar quando adultos, na vida pessoal e profissional, conduzindo assim, o futuro de forma sustentável e eficaz.

Ellen Cristina Masalskas paradigmas da educação Novos paradigmas para uma escola eficaz chris
Autora da Matéria | Colaboradora
Christinne M. Sant’Anna
Mantenedora e Diretora do Colégio Lacordaire Sant’Anna. Christinne é Pedagoga, Pós Graduada em Administração de Empresas e em Gestão de Instituições de Ensino.
paradigmas da educação Novos paradigmas para uma escola eficaz email

SEJA UM COLUNISTA
SEJA UM COLABORADOR
CONHEÇA NOSSO TIME

[td_slide category_id=”13″ hide_title=”hide_title” limit=”5″]
[td_block1 hide_title=”hide_title” limit=”5″]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here