Inúmeras pessoas já escreveram e falaram muito bem sobre Liderança e Inovação. Porém, hoje gostaria de fazer uma abordagem diferente, e compartilhar com você algumas das lições que podemos tirar a respeito das atitudes de uma pessoa que muito admiro. Quero deixar claro que não desejo de forma alguma fazer qualquer tipo de proselitismo ou debate religioso, mas sim falar de um homem, visionário, sonhador, e formador.

O Líder que deseja ser um grande Profissional precisa aprender a olhar adiante, ir além do que as pessoas comuns olham e observam, inclusive desenvolvendo o potencial de cada um que está ao seu redor. Não quero falar de religião, mas sim do que podemos aprender com um Grande LÍDER.  Olhando com atenção, podemos detectar lições de perseverança, foco, determinação, companheirismo e outros valores ao longo da sua trajetória. Jesus fez uma seleção, reconheceu o potencial de 12 pessoas e as treinou. Seu projeto teve tanto sucesso que, passados dois mil anos, continua funcionando, dando frutos e se reciclando.

Foco/Determinação Com sua meta traçada, seguiu sem desviar-se de seu foco. Foi chamado de louco, ridicularizado até que por fim, foi condenado à morte e no entanto, sempre acreditou e nunca desistiu dos seus objetivos.

Exemplo Antes de delegar funções, ele ensinava pelo exemplo. Quando se ajoelhou para lavar os pés dos apóstolos ensinava com humildade e companheirismo. O fato de ser líder não dá, sem hipótese alguma, o direito de subjugar quem é liderado.

Acessível Embora fosse o mestre do seu grupo, Jesus estava sempre aberto a opiniões e muitas vezes as pedia.  Hoje, ao contrário disso, encontramos a falta de flexibilidade e o excesso de intransigência nos chefes autoritários. Oferecer acessibilidade para ser visto e encontrado, onde cada ato torna-se um grande aprendizado.

Comprometido O líder deve sempre está atento aos seus colaboradores e zelar pelo bem estar de todos. Jesus então entendia, e deixava claro que uma equipe é formada por pessoas e que, para o grupo estar bem, é necessário que cada parte também esteja compromissada com os objetivos comuns ao grupo.

Encontramos em vários pontos da história, o líder que deixou de ser líder para se tornar o chefe mandão e arrogante, posicionando-se acima e a parte da equipe. Essa maneira de administrar não condiz com o maior exemplo de sucesso que temos na história e os resultados falam por sim.  É notório que as empresas querem o lucro, e quando abrem os olhos para essa realidade da liderança servil, porém focada e determinada, os resultados tornam-se uma simples consequência, e como mágica, alavancam.

A Liderança Servil vai muito além de baixar a cabeça e dizer “sim” a tudo e a todos. Ela vai ao encontro do outro, respeitando o SER humano e ampliando suas potencialidades.

A solidez de um conjunto bem guiado leva ao ciclo do sucesso: problemas são resolvidos com trabalho, que se transformam em resultados, que geram satisfação, que, por fim (ou recomeço), alimenta o desejo de resolver novos problemas.  Essa foi a estratégia do líder de maior sucesso na história.

Por que não adotá-la em nossas rotinas? Lembre-se que a liderança é adquirida com o tempo e o crescimento, bem diferente de cargos que são impostos!  Seja você a diferença e faça acontecer, que tal ser líder de si mesmo?

Sucesso e Paz!

 


Matéria por: Paulo Cesar de Oliveira

  • Paulo Cesar de Oliveira
    Paulo Cesar de Oliveira
    Colunista
Paulo Cesar de Oliveira
Colunista

Filósofo e Teólogo formado pela Faculdade São Bento do Rio de Janeiro, Coach pela International Coaching Community (ICC) Master Practitioner em Programação Neurolinguística pelo Instituto de Neurolinguística Aplicada (Inap).
Paulo Cesar realiza palestras com foco em Liderança, Motivação, Vendas e Comunicação é especializado no desenvolvimento do potencial humano por meio do Autoconhecimento e do aumento da Competência Emocional e Busca do Sentido.Criador do Programa “Metanoia – Mudança de Comportamento e Pensamento”, com alto impacto atitudes geram resultados concretos, Paulo Cesar com sua longa experiência saber fazer os participantes encontrarem o que há de melhor dentro de si e os conduz a novas realidades.

Formações
• Filósofo pela Faculdade São Bento do rio de Janeiro;

• Teólogo pela Faculdade São Bento do rio de Janeiro;

• Coach pela International Coaching Community (ICC);

• Formação em Coaching com PNL pela IbraCoaching;

• Formação, Profissionalização e Certificação Internacional em Coaching, Mentoring e Holomentoring® pela Holos Desenvolvimento Humano EAD Brasil;

• Master Practitioner em Programação Neuroligüística pela khalan;

• Participou de eventos diretamente com Rodrigo Cardoso, criador do Programa Ultrapassando Limites.

Livros
• Organização de Eventos – Do Casual ao Congresso;

• Entrevista de Emprego – Guia para Entrevistador e Entrevistado;

• Inteligência Emocional – História, Conceitos e Utilização;

Clique aqui para acessar todos os textos do colunista
Site Próprio
E-mail


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here